03 Out

Quando uma ideia vira um vírus

Mega_bastidores

Toda empresa deseja clientes fiéis e não imagina o quanto é importante ter clientes evangelistas. Ter um cliente fiel cria oportunidade de vendas. No entanto, o evangelista ama, divulga, defende uma marca como um cão de guarda, independente da situação.

Quem nunca ouviu a expressão “quando uma experiência é ruim, uma pessoa a divulga para mais 10 pessoas, mas quando a experiência é boa, ela só fala para mais 3″? Esta atitude é natural ao ser humano, mas existem oportunidades inimagináveis que uma empresa pode adotar para criar oportunidade de criar evangelizadores.

Nos últimos tempos, os blogs se tornarem referência de liberdade de expressão. Com isto, nós (shoppers) acessamos o Google, informamos o que queremos saber e acabamos tendo contato com diversas opiniões que nos ajudam a escolher entre um e outro produto. É tão importante a opinião de outras pessoas que sites de e-commerce abriram um canal específico em seu site para os clientes descreverem suas experiências de compra, tranquilizando, assim, novos usuários. Afinal, quem não tem um amigo ou parente que entende tudo sobre determinado assunto e acaba influenciando nossa compra? Estas pessoas que nos auxiliam quando precisamos de uma informação muitas vezes não são pagas por marcas ou empresas para sugerir, indicar ou defender. No entanto, elas informam e contribuem, sendo ferramentas importantes para nossa decisão. Por isso, o Buzzmarketing a cada dia se torna uma ferramenta importante, e muitas vezes esquecida, dos gestores de marketing.

Mas o que é Buzzmarketing?
Buzzmarketing é a ferramenta que cria a oportunidade de transformar simples clientes em clientes evangelistas. É o processo de fazer com que estas pessoas tenham conteúdo para defender e falar sobre uma marca. O objetivo é criar uma ideia-vírus e fazer com que ela seja disseminada na web. As pessoas que fazem parte deste processo acreditam no produto e tem apenas um desejo: compartilhar com alegria sua satisfação, seu conhecimento.

Como fazer uma ideia virus?
Uma ideia-virus é uma ideia intrigante, irresistível, que chama a atenção. É uma ideia que desejamos passar a diante, uma emoção que nos força a compartilhar. Muitas vezes a ideia-vírus surge por causa de uma crise, de uma missão, de um problema, de um perigo ou de uma oportunidade.

Algumas sugestões de contextos que podem ser utilizados:
- Contextos naturais ou de calendário.
-Contextos institucionais: estão ligados a grandes eventos – Copa do Mundo, campanhas governamentais, entre outros.
-Contextos de atualidade: as grandes catástrofes, cortejos de emoções midiáticas, etc.
-Contextos artificiais: quando a empresa cria por conta própria o contexto.

Enfim, uma ideia só é disseminada quando vira ideia-vírus!

Dica:
Não precisa muito para conseguir criar uma ação de Buzzmarketing
Segundo Miller, 150 pessoas são suficientes para iniciar um movimento que conhecemos, que travamos no ambiente profissional ou pessoal e passamos para sete pessoas e, assim, sucessivamente.

Postado por: Michelline Harger

Michelline Harger

Diretora de Planejamento da Mega